O que a economia ganha com os feriados

O que a economia ganha com os feriados

Os dois feriados prolongados de maio (01- Dia do Trabalhador e 31- Corpus Christi) irão injetar cerca de R$9 bilhões na economia brasileira, resultado das cerca de 4,5 milhões de viagens no período. Serão os dias de folga mais lucrativos em viagens, se comparados aos posteriores até o final do ano.

Para o levantamento, feito pelo Ministério do Turismo (MTur) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), foi levada em consideração a possibilidade de emendar a segunda-feira (no caso do dia 1º) e a sexta-feira (no caso do dia 31). Com uma folga de quatro dias, podem ser feitas viagens mais longas e com maior planejamento do que de apenas um final de semana.

“Feriados prolongados são uma maneira de fazer com que o turista viaje mais e conheça diferentes destinos brasileiros, favorecendo a economia local. O valor que será arrecadado comprova que as datas devem ser aproveitadas para ampliar ao faturamento no turismo e impactar outras áreas de comércio como transportes e alimentação”, informa o Ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

Outro segmento que deve lucrar bastante nessas datas é o hoteleiro. A ocorrência destes feriados prolongados é um presente para a Hotelaria. Com viagens um pouco mais longas, os hotéis se preparam para receber um número maior de turistas.

Estima-se que neste feriado de 1º de maio cerca de 2 milhões de pessoas tenham realizado viagens dentro do país. Com isso, aproximadamente R$ 4,5 bilhões já foram injetados na economia nestes quatro dias. E a estimativa é de que este número aumente no feriado do dia 31 de maio.

Até o fim do ano, ainda serão mais seis datas de feriados nacionais, contando o Natal, que neste ano de 2018 cai numa terça-feira.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

Cancel reply

Posts Carousel


Translate »